GD entrevista: Giordanna Forte

02:12 Victor Collares 0 Comments



Já de cara eu tenho que confessar que fiquei muito feliz quando recebi e-mails e tweets de garotos pedindo que eu fizesse um post sobre ela, e olha, meu sorriso foi de orelha a orelha! Eu sou mega fã do trabalho dela a um tempo e com isso ficou mais prazeroso ainda dizer que, hoje o GD entrevista Giordanna Forte!

Nascida em Porto Alegre no Rio Grande do Sul, aos 26 anos, Giordanna já pode se orgulhar de uma carreira sólida como atriz, onde teve papéis que a possibilitaram explorar tanto seu lado cômico quanto o dramático, e de sua carreira de DJ que a tornou uma das queridinhas da cena noturna carioca. Nós do GD batemos um papo bem descontraído com ela! 


Garotos Descolados: O que você gostava de fazer quando criança? Tinha uma brincadeira preferida?
Giordanna Forte: Sempre fui muito muleca, criada no meio dos meninos, jogando bola, subindo em árvores, no meu tempo , em Porto Alegre,ainda dava para brincar nas ruas, era o que eu mais gostava e sempre foi uma briga me chamar pra jantar, rsrs. Mas de todas a minha favorita era o Pic esconde!

GD: Você foi uma aluna calma ou vivia na diretoria da escola?
GF: Vivia na diretoria, minha mãe recebia bilhete toda semana por conversar demais, ela só parou de receber os bilhetes quando eu aprendi a imitar a assinatura dela!

GD: Quando você percebeu que queria ser e seguir a carreira de atriz?
GF: Não sei, sempre fui aquela crinaça que parava a familia para fazer um showzinho! Mas acho que foi na adolescencia mesmo, quando minha professora de portugues me colocou para fazer uma peça da escola, pra ver se eu acalmava um pouco em sala de aula, foi então que procurei cursos e quis me profissionalizar!

GD: Como foi atuar na novela Da Cor do Pecado de João Emanuel Carneiro?
GF: Foi maravilhoso, é um trabalho que sempre vou lembrar com carinho, pois além de ter sido minha primeira novela, foi a realização de um sonho como atriz.

GD: Sobre seu papel em Malhação, como foi a experiência e o que ter participado representa para você hoje?
GF: Malhação é o meu xodó, é realmente uma escola, pois você passa, durante um ano, gravando todos os dias com uma mesma equipe, até hoje tenho contato com meus colegas da época, tanto os atores, como a equipe técnica. Aprendi muito e amei fazer a Giovana , mudar o visual , fazer comédia ao lado de atores incríveis, como meu tio Afrânio (Charles Paraventti) e morrer de rir quando tinha cenas com o Rafa (ìcaro Silva) que é um menino com um talento grandioso.

GD: Você deu vida a personagem Cintia na novela Chamas da Vida da Tv Record, como foi sua preparação para o papel, e como foi tratar de um assunto tão polêmico como a pedofilia ao lado de Letícia Colin?
GF: A Cíntia me ensinou muito, pois foi uma personagem que começou pequena e foi crescendo conforme a trama, Eu e a Lê tínhamos uma troca muito gosotsa em cena, ela é uma atriz de entrega e era gratificante trabalhar com ela, já tínhamos feito uma peça juntas, a primeira montagem de o “Diário de Débora”, então não foi tão difícil virar grandes amigas em cena, pois fora das telinhas já nos conhecíamos. Acho que fomos criando as personagens junto com a trama, e descobrindo juntas o personalidade delas, pra mim o mais difícil foi me tronar uma menina de 16 anos novamente, pois na época tinha 23. pesquisei os orkuts da época, e fui ver na saida de algumas escolas como as meninas se portavam. A pedofilia, foi um assunto bem pesado tanto para Letícia, quanto para mim , tentamos mostrar da maneira mais natural possivel o que acontece quando uma adolescente se encontra nessa situação e acho que deu muito certo, pois na época o publico reagiu com as personagens e torceu por elas.


GD: Como foi fazer parte do elenco do remake de Ti Ti Ti?
GF: Foi uma honra, pois foi um convite inesperado, entrei no meio da novela, trabalhar com a Claudia Raia foi uma escola, ela é um fenômeno!

GD: Falando agora de noite, sua carreira de DJ está cada vez mais forte, com começou tudo?
GF: Foi sem querer, tocava de brincadeira na casa de amigos e quando vi ja estava tocando nas principais casas do Rio, procurei me profissionalizar, corri atras de amigos que me ajudaram e me ensinaram como tocar, como mexer na aparelhagem e principalmente como mixar. Estou adorando, me descobri na musica de uma maneira que nunca imaginei!

GD: Você é bem presente em festas que rolam em casa como Galeria Café, Nuth Lounge, Boox', Pacha, The Week, Taj Lounge, Melt, trabalhar em locais com público mais diversificado é mais fácil?
GF: Procuro sempre agradar a todos os públicos quando toco, acho que esse é o meu diferencial!

GD: Chá da Alice pra você é?
GF: Um vício gostoso!

GD: Além das Pick-ups você também performa, como você escolhe as música para a qual coreografará?
GF: Sempre vejo o que esta sendo noticia no mundo pop e também as apresentações que mais gosto, como alguns musicais, mas é uma escolha conjunta entre eu e os bailarinos!

GD: Você assumiu as Pick-ups de muitas festas como JukeBox e é presença garantida em festas como a Calçadão, sua relação com o público gay é muito grande?
GF: Demais, adoro tocar para esse publico, a troca e a energia é animada, me divirto tocando!

GD: O que a Giordanna faz nas horas vagas?
GF: Ouve musica, muita musica, adoro pesquisar sons diferentes.

GD: Se eu fosse dividir o Ipod com vc, na hora de pôr o fone no ouvido, o que possivelmente estaria tocando? 
GF: Billie Holiday, Aretha Franklin.... Mas tambem ando escutando muito uma banda que descobri nas ruas de Paris : Paula & Karol eles são incriveis!

GD: Quais suas cantoras(es) ou bandas preferidos? 
GF: Todas as divas do Jazz! Ando amando também The Drums e é claro meus amigos Dani Black e Núria Mallena!

GD: Qual show te marcou mais?
GF: Madonna no maracanã.

GD: Tem um livro preferido, do tipo que você lê umas 300 vezes e não cansa? 
GF: As poesias de Mario Quintana, o livro O Espelho em especial.

GD: Na hora de se vestir, qual peça não pode faltar no seu armário e qual a sua favorita, aquela que você não empresta de forma alguma?
GF: Jeans não pode faltar. Mas a minha favorita é uma saia de brechó dos anos 50 cintura alta, relíquia!!!

GD: Você é adimirada por muitos, e com certeza serve de inspiração para muitas pessoas que querem seguir carreira artistica (tanto atriz, quanto DJ)! Se você pudesse dizer algo para cada um desses fãs o que você diria?
GF: Tenha certeza do que você quer, disciplina e não desista nunca!

0 comentários :

Tecnologia do Blogger.