GD Entrevista: Banda Tipo Uísque

10:00 Victor Collares 0 Comments




Eles se inspiram em artistas de renome, indo de Janis Joplin a Gossip passando por Led Zeppelin e Radiohead! Em 2011 lançaram o EP "Afague" e concorreram na categoria "Experimente" do Prêmio Multishow! Cada dia que passa eles vem ganhando espaço e crescendo de tal forma que proporcionou a banda um lugar no line-Up do grande festival Lollapalooza, que terá sua primeira edição em terras brasileiras agora em abril em São Paulo! Seu próximo trabalho intitulado "HOME", tem lançamento previsto para o meio de março! O GD teve o prazer de entrevistar a banda Tipo Uísque!


Garotos Descolados: Quando vocês eram crianças davam muito trabalho? Qual era brincadeira preferida de vocês? 
Tipo Uísque: Ih, dávamos sim! Sabe como é, né...criança artista é sempre inquieta (risos). Hmm, acho que as brincadeiras normais - pique-esconde, pique-pega, pique-não-seio-que-mais e por aí vai! 


GD: Na escola como vocês eram, eram calmos ou viviam na diretoria? 
TU: Ah, éramos normais. Alguns sofreram bullying (a música foi um refúgio para alguns de nós, ou para todos mesmo!), outros eram encapetados, outros bonzinhos... 


GD: O interesse pela música começou quando exatamente?
TU: Todos nós somos muito ligados à música. Acho que começamos pelos instrumentos de brinquedo e pelas aulas básicas. Com o tempo e a prática fomos nos aprimorando. 


GD: A idéia de formar a Tipo Uísque surgiu de que forma? Vocês já eram amigos ou foram se conhecedo aos poucos? 
TU: Começou com amizade. Nos reuníamos na casa da antiga guitarrista pra fazer um som, mas nada sério. Fomos vendo que as músicas foram fluindo e com isso acabamos levando a sério. Joana e os Gabriéis se uniram a nós, e assim começamos a levar mais a sério ainda. Isso tem pouco mais de 1 ano! 

GD: Você tiveram alguma inspiração para a música que tenha vindo de casa? 
TU:  Cada um da banda teve seu jeito de entrar na música. Mas acho que procuramos nos inspirar em nós mesmos e em nossas influências. Admiramos, também, cada um do grupo, já que somos tão diferentes um dos outros. Acho que isso gera uma admiração e uma busca por uma melhor mistura. 


GD: Prêmio MultiShow pra vocês é?  
TU: O prêmio Multishow pra nós foi uma conquista , nossa primeira premiação. Ser finalista entre tantas bandas boas do Brasil foi maravilhoso pra gente conseguir um espacinho ao lado delas. Foi a primeira premiação de tantas muitas, com certeza! 

GD: Como foi participar do Geléia do Rock? 
TU: Foi uma experiência incrível! Com certeza nos fez amadurecer como pessoas e como músicos. Uma troca de aprendizados que foi essencial para formar o que temos/somos hoje. 

GD: A música "SHE IS INTO COTTON CANDY " teve alguma inspiração especial? Alguém por acaso?  
TU: Ah, todas as nossas músicas têm inspiraçãoes especiais. Ou inspirações próprias ou de amigos, conhecidos, namorados, etc. She's Into Cotton Candy não foge à regra! 


GD: Seus artistas favoritos são? 
TU: Do clássico ao novo , curtimos muitos Pink Floyd, Rolling Stones, Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Radiohead, Yeah Yeah Yeahs, Amy Winehouse, The Black Keys...e por aí vai! 


GD: Se eu pedisse para dividir o Ipod com vocês, ao pôr o fone no ouvido o que possivelmente estaria tocando?  
TU: Todos nós curtimos muito Metric, Jimi Hendrix, Beatles...Mas como disse, cada um carrega muitas influências. Difícil acertar o que possivelmente estaria tocando no nosso Ipod! 


GD: O que vocês fazem nas horas vagas?  
TU: Bem, gostamos muito de compor, escutar música, assistir a shows, peças. Temos produtores na banda, que trabalham como dj's e produzem festas alternativas no Rio. Num geral é isso - shows, peças, baladas, restaurantes...Somos normais, uái! 


GD: Agora falando de Lollapalooza. Nervosismo está batendo? 
TU: Sinceramente, acho que ainda não caiu a ficha , estamos empolgadíssimos! E estamos trabalhando muito pra dar nosso melhor pelo festival. Com certeza será um grande show! 


GD: Como foi a reação de vocês ao serem convidados para um evento do porte do Lolla?  
TU: Fomos fazer o que fazemos de melhor - beber pra comemorar!!!  É muito bom ver um festival grande como o Lolla abrir as portas pra nós; um evento com grandes atrações internacionais e nacionais. Estamos extremamente felizes e realizados de participar de um evento desse porte. É um desafio e uma honra pra nós! 


GD: Posso imaginar algo do tipo "Tipo Uísque antecedendo o The Killers no Rock In Rio 2013"?  
TU: Opa! Quem sabe?! Tamo ae! Seria lindo demais, sô! 


GD: O que vocês acham da cena Rock atual? 
TU: A cena mundial, brasileira ou carioca? Enfim, o rock ainda vive e acho que está mais fervoroso do que nunca! São tantas vertentes, tantas influências, tantos artistas surgindo...isso só valoriza o estilo! E isso de que a cena carioca é fraca é uma baboseira! Tanta banda boa é daqui. Para citar algumas - Medulla, R.Sigma, El Efecto, Colombia Coffee, entre tantas e mais tantas de excelente qualidade. 


GD: Na opinião de vocês, quem são os The Strokes brasileiros? É um crime perguntar isso?  
TU: Acho que todas as bandas procuram ter uma certa personalidade, é obvio que a gente se espelha em bandas que escutamos e acompanhamos, mas acho que toda a banda busca sua singularidade, por isso acho que não existe um "the strokes brasileiro". Existem bandas espelhadas e que trouxeram de alguma forma a influência dos caras pro próprio som... Agora, uma banda nacional que tenha o sucesso que o Strokes tem lá fora? Hmmm, difícil dizer! Los Hermanos? Hahaha! 


GD: Na hora de se vestir, qual peça não pode faltar no armário de vocês e qual é aquela que vocês não imprestam de forma alguma?  
TU: Somos uma banda cheia de estilos diferentes, cada um carrega bastante de sí na hora de se vestir. É dificil estabelecer um estilo pra cada um dos integrantes, tipo "A Pin só usa roupa assim. A Joana só se veste dessa forma"...usamos o que temos vontade de usar no dia a dia, somos bem livres com esse tipo de coisa. 


GD: Pra finalizar, se vocês pudessem dizer algo para cada fã que ouve trezentas vezes a música, que segue vocês onde for, e que não mede esforços para elogia-los, o que vocês diriram?  
TU: Somos algo novo ainda. Se alguém acredita, admira e se identifica tanto com o nosso trabalho assim, só temos que ficar agradecidos e lisonjeados. Se estamos conseguindo fazer as pessoas sentirem e compartilharem a mensagem que queremos passar com as músicas, estamos satisfeitos. Criamos todas essas músicas e toda essa mistura em busca de passar sensações pra pessoas. Algo que não possa ser dito apenas, mas principalmente sentido. Estamos começando a mobilizar e a criar um público legal agora. Qualquer tipo de feedback positivo do público só pode nos deixar felizes e certos de que é esse o caminho.


Confira abaixo o teaser final do novo compacto "Home", que sai esta semana:


Para conhecer um pouco mais do Tipo Uísque acesse um dos links da banda:

Site Oficial: tipouisque.com/
Página Oficial da banda no Facebook: facebook.com/tipouisque
Perfil Oficial da banda no Twitter: @tipouisque

0 comentários :

Tecnologia do Blogger.