Profissões de Moda, conheça um pouco do trabalho de um Visual Merchandising.

16:16 Victor Collares 2 Comments

Bom dia Garotos Descolados, hoje é dia 1º de julho, dia em que o nosso site volta ao normal. Ficamos quase 1 mês fora por motivos de: mudamos de empresa no trabalho, e devido a tramites e ao tempo tivemos que nos afastar um pouco. Esse pouco tempo que ficamos em stand by, permitiu que nos reuníssemos para ver como ficaria o destino do GD e o reformulamos por completo, e com isso mutas coisas vão mudar e para melhor.



Vamos continuar falando como antes, de uma forma clara e simples mas bem objetiva, vamos dar uma maior enfase a moda que é o cargo chefe do site, além de música, cinema, comportamento dentre outros. Lembro como se fosse ontem dos primeiros e-mails que recebi elogiando a mudança do GD em abordar mais assuntos além do mundo fashion masculino.

Sim as semanas de moda carioca e paulista, semanas de moda internacionais, shows e eventos de mídia eletrônica já estão no nosso calendário, mas aguenta que tem mais coisa que sera revelada com o tempo. Bom, então vamos ao que interessa que é a postagem de hoje.



Escolhi para este post de retorno o seguinte tema, "Profissões do mundo da Moda". Pouca gente sabe mas em 99% das empresas não é a carinha bonita do estilista ou a marquinha que está na moda, que vendem as peças e faz com que a loja/grife fature. Isso tudo é consequência do trabalho duro de um setor importantíssimo que é o do Merchandising e especificamente do Visual Merchandising que é quem monta as vitrines e paredes das loja com looks, peças, dicas e com isso deixa o ambiente mais aconchegante, fazendo com que o cliente se sinta bem e consuma.

Muitos tem uma ideia errada do que é ser um Visual Merchandising, muitos tem a ilusão de ser um emprego Top do Top onde você chega no local de trabalho, mexe em 1 ou 2 peças, monta um look no manequim e vai embora. NÃO, ISSO NÃO É VERDADE. O VM é um dos que mais trabalha em uma empresa por que é ele que vai digamos "definir" o faturamento da loja! Lembra que eu disse a pouco que "..fazendo com que o cliente se sinta bem e consuma."? Então, a forma em que a loja se encontra, sua arrumação, suas dicas de looks, entre outros, influencia totalmente no destino final do produto que é ser consumido pelo cliente.



Desde as grandes grifes como Animale, Farm e TNG, até as grandes Fast-Fashions como Riachuelo, Renner e C&A, todas tem um(a) VM responsável pela organização da loja (Vitrines e Paredes). O tipo de trabalho a ser realizado em cada segmento é diferente por que devem ser levados em conta localidade da loja, público alvo, tipo de produto vendido...mas de cara já posso garantir que a bagagem que você vai ter e as experiencias que você vai absorver trabalhando como VM de uma Fast-Fashion/Loja de departamentos é muito maior que em uma grife, por que lojas de departamentos tendem a tem um maior numero de setores e produtos. Sim, algumas não vendem só roupa, algumas disponibilizam utilidades do lar e cama/mesa/banho e brinquedos. E isso é muito bom para que o profissional seja mais completo. Afinal, conhecimento nunca é demais.

Visitando uns sites sobre o assunto, encontrei em um blog chamado MM da Moda que detalha perfeitamente o tipo de estratégia usada pelo VM na hora de trabalhar, confira abaixo um trecho do texto:

"1- Eixo da estratégia e organização de ofertas: compreende a implantação de zonas físicas de produtos categorizados por famílias, subfamílias ou temas, organizados em termos de cores, de materiais e de estilos. Este recurso confere uma lógica de organização que permite ao consumidor fazer uma leitura rápida, fácil e clara.

2- Eixo gestão: em função do espaço disponível no ponto de venda e das proporções de rentabilidade que se objetiva, o varejista determinará quais famílias ou temas de produtos receberão maior visibilidade, pautado em cálculos específicos, o que resultará na otimização das vendas e no aumento de ofertas para o consumidor.

3- Eixo sedução: tange a disposição e a animação do ponto de venda na sua totalidade, o que vai refletir na identidade da marca e contribuir para desenvolver o “conjunto ambiente”, encarregado de instaurar uma relação de gratuidade lúdica e/ou afetiva entre o cliente e a marca.

4- Eixo comunicação: diz respeito a todo o ponto de venda, sendo os instrumento que permitem ao varejista mostrar a sua identidade para o consumidor, seja através de fotos, músicas, objetos e vitrinas, para algumas marcas, como a Zara, “os pontos de venda representam quase o único vetor de comunicação no qual elas se apóiam para desenvolver sua imagem e sua notoriedade” (SACKRIDER, 2009, p. 161)."

Espero que vocês tenham entendido um pouco mais do trabalho de um VM, bjoos e até mais!!!

2 comentários :

  1. E por sinal uma profissão muito estressante. Trabalho com isso e em uma loja de departamento não tão grande como a c&a e riachuelo mas como toda empresa a cobrança e o serviço são muuuuuuuuuuuitos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela citação do MMdaMODA. Venham nos visitar e conhecer mais desse universo maravilhoso do visual merchandising ;)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.