O grave problema do Rio e do seu culto de imposição a beleza!

23:06 Victor Collares 0 Comments

(No Rio de Janeiro os homens estão cada dias mais plastificados por contas das imposições de beleza. Foto: acervo de imagens do Google)

Uma das vantagens em se morar em uma cidade como o Rio de Janeiro, nascer e viver na verdade, é que conseguimos ter uma visão um pouco maior das futilidades e com isso temos uma facilidade na hora de estudar esses pontos que na verdade só destroem vidas e muitas relações. 

Engana-se você que morar no Rio é um mar de rosas com todas essas imposições de estilo de vida, padrões de beleza e forma de agir. As vezes sinto que aquela cidade lá do interior do interior do país tem uma baita sorte por que não tem essas influências pesadas e negativas assombrando a todo momento! Tem vezes que a vontade de pegar o primeiro avião para fora dessa cidade vem como um foguete, mas ai eu lembro que essa é a minha cidade, é a minha vida, é o meu lugar no mundo e que não posso abrir mão dele.

Sabe outro dia eu estava almoçando com uma amiga no Delírio de botafogo e conversando sobre isso quando um casal de namorados na mesa ao lado começou uma conversa, até ai tudo bem mas o teor desse papo não era nada agradável. Eu, sempre que vou nesse restaurante peço meu prato favorito com um bom suco de laranja gelado, é algo como hipnose e eu não consigo prestar atenção em nada a não ser na minha bruschetta, mas nesse dia esse papo me fez perder o apetite.

O casal era formado por um homem e uma mulher, e a mulher contava com ar de deboche sobre um cara que semanas antes de o namoro dos dois presentes no restaurante começar, havia feito uma declaração de amor para ela. Até ai tudo bem, afinal, quem nunca comentou com alguém sobre seus amores e tudo mais, só que o que me chamou a atenção foi ela ter usado a frase "Como eu ficaria com um cara de meia idade, um pouco gordo e que usa terno? Isso é nojento, imagina ele sem roupa que horror!". Isso bastou para o nojo subir até a minha cabeça fazendo minha veia da têmpora saltar. Fico me perguntando como essa menina deve ser vazia e hipócrita para desdenhar de uma pessoa que queria apenas o seu bem, eu particularmente defino isso como descaso. Gordo, de meia idade...que ele tivesse 80 anos, fosse perneta e careca, ele é um ser humano e merece ser respeitado! 

Isso me lembrou certo passeio pelas ruas da Gávea com um amigo onde falávamos dos caras que somos afim e dos caras passavam na rua e achávamos gatos. Ok, meu gosto pra homem não é muito bom, mas ouvi uma frase desse amigo que me deixou meio desconcertado, "Óbvio que só os bonitos, olha pra mim e vê se eu ando com gente feia". Na hora eu desconversei por que não queria um desentendimento, mas isso me deixou muito chateado, pois eu vi que um amigo que eu tenho um grande carinho trata as pessoas com esse desprezo, acha que o culto a beleza é mais importante do que o que tem dentro, mais importante do que o que possa ter na alma das pessoas!

Vocês devem estar me achando um chato falando só do Rio, mas é por que é a minha cidade, é onde eu passo a maior parte da vida, Rio é meu lar e fico triste de ver as pessoas vivendo em uma mentira imposta por estereótipos que são corrosivos e que só destroem a sociedade onde vivemos. 

Rio de Janeiro é a chamada Hollywood brasileira, daqui a moda sai pro resto do país e do mundo e não podemos deixar que esses exemplos errados sejam expostos como uma característica dessa cidade que tem uma população linda e cheia de amor com sua hospitalidade impar! Sim, é uma das coisas mais difíceis que existem querer mudar o pensamento errado que vem de herança de muitas gerações passadas, mas ficar olhando e não fazer nada também é meio que um pouco de cumplicidade.

Posso não ser o maior astro do Rock ou um grande governante, mas eu tenho um site e uma opinião que ajuda no progresso da sociedade, e escrevo isso para que vocês possam partilhar da mesma opinião que eu, e sei que como fieis leitores vocês jamais vão me decepcionar!

Rio de Janeiro, cidade maravilhosa, berço do samba, com praias lindas e um visual deslumbrante e que combina com o magro e com o gordo, o feio e o bonito, o alto e o baixo, o rico e o pobre, o melhor dessa cidade é que podemos viver todos juntos e com respeito. Vivemos no país mais miscigenado do mundo e isso é algo de que temos que nos orgulhar e trabalhar incansavelmente para que essas imposições não sujem a cara de nós cariocas, assim como outro lugar qualquer no mundo deve se unir e proteger suas boas culturas e não se auto-destruir por uma falsa beleza ou felicidade! 

Somos todos um só, somos negros, brancos, índios, somos altos e baixos, magros e gordos, temos cabelos loiros ou castanhos, crespos e lisos, somos todos iguais, e devemos mostrar que a casca que existe do lado de fora não pode interferir no que a de mais lindo e bonito que existe dentro de cada um de nós! A barriga de tanquinho é linda, mas a barriguinha de chopp é mais ainda, aquele cabelo crespo é tão lindo quanto um longo loiro queimado de sol, e aquele sovaco cabeludo é tão natural quanto o depilado. Torço para que mais pra frente tenhamos gerações de cariocas que gostem de viver sua própria vida e de forma verdadeira, afinal com o passar dos anos a beleza vai embora, mas o caráter e a dignidade esse vão fiéis com a gente até a morte!

Bjoos e reflitam!


0 comentários :

Tecnologia do Blogger.